terça-feira, 18 de novembro de 2014

"Com um simples vestido preto, nunca me comprometo."

Quem não se recorda da emblemática frase que Olívia Patroa e Olívia Costureira, personagens interpretadas pela actriz Ivone Silva.

Não tive paciência, nem tempo, para ver os muito rebuscados pequenos pedaços da Comissão de Inquérito que a imprensa a que temos direito nos transmitiu. 
Do que vi ou li, fiquei com a sensação de ter visto um interrogatório, quase "pidesco", a um senhor “vestido de preto” por uns(umas) senhores(senhoras) cinzentos(as).

Quem, um dia, teve o azar de passar pela António Maria Cardoso, percebe o meu “pidesco”:
- Perguntas estúpidas, concebidas e ditas num português que envergonha qualquer “licenciado” com a 3ª classe das aulas regimentais da tropa!
- Respostas de acordo (tal como o faziamos “ao tempo”).


Resta esperar que os pagamentos de subsídios e horas extraordinárias não ultrapassem o valor do Banco Novo…

Sem comentários: