sexta-feira, 22 de julho de 2011

dos pântanos às tangas, passando pelos desvios…

"Parece-me fútil e relativamente pouco útil debater questões sobre responsabilidades do passado. Em qualquer caso, não há qualquer espécie de dúvida de que os desvios existentes são susceptíveis de serem documentados em detalhe e decorrerão em grande parte da normal divulgação de dados estáticos sobre a execução orçamental e o aparecimento de estimativas preliminares dos vários conceitos relevantes", afirmou Vítor Gaspar em economês.
O ministro, que falava no Parlamento, declarou que "esse debate não espera" e que a ideia de que se vive "no melhor de todos os mundos possíveis" será "rapidamente e documentadamente refutada", cita a Lusa.

fico à espera!

Sem comentários: