terça-feira, 26 de julho de 2011

but some animals are more equal than others !

A PT vai dar um passo decisivo em assembleia-geral para pôr fim aos poderes especiais do Estado, em Agosto seguem-se a Galp e a EDP, que são as últimas da lista de golden shares nacionais.

Na Alemanha o Estado da Baixa Saxónia detém mais de 20 por cento do capital da Volkswagen, o que lhe dá direitos especiais definidos numa lei de 1960.
A Grã-Bretanha continua a ter golden shares em duas grandes companhias: a BAE Systems e a Rolls Royce, ambas no sector da defesa.
A Irlanda mantém golden shares no Greencore Group. Além de poder vetar decisões estratégicas, o Estado pode intervir directamente no sector, fixando limites à produção de açúcar.
Na Grécia que decidiu privatizar parcialmente a Public Power Company, os poderes estatais mantêm-se e os direitos de voto de outros accionistas estão limitados a cinco por cento.
A Itália continua a manter direitos especiais em quatro empresas estratégicas - a ENI (accionista da Galp), a Telecom Itália e a Enel.
Na Polónia mais de uma dezena de companhias ainda estão sujeitas a um controlo privilegiado do Estado
Também em França e na Finlândia há registo de pelo menos duas situações: a Thales (defesa) e a Gasum Oy (energia).

Sem comentários: