quarta-feira, 13 de julho de 2011

aeronaves militares com limitações de voo no espaço aéreo europeu

Lê-se no Relatório de Execução da Lei de Programação Militar de 2010, a que aparentemente só agora a agência Lusa teve acesso, que Portugal estabeleceu "contactos com diversas entidades internacionais potencialmente interessadas" na compra de 10 F-16 tendo a força aérea paquistanesa "manifestado interesse em realizar uma visita" para avaliar os caças a alienar. Encontram-se ainda para alienação oito helicópteros Puma e dez aviões C-212 Aviocar, na "situação de inibidas ao serviço e já abatidas ao serviço", refere aquele relatório.
Mas o relatório revela também que a modernização de seis aeronaves militares de transporte da Força Aérea, já com limitações de voo em espaço aéreo europeu, está parada há mais de dois anos "por falta de financiamento" e que o pedido para a sua modernização foi apresentado em abril de 2009 ao então ministro da Defesa. A "não modernização das aeronaves acarreta, já de momento, graves limitações na utilização", em "determinadas zonas de voo no espaço aéreo europeu", lê-se no documento.

Percebo agora as estranhas rotas e os sucessivos atrasos em recentes acções humanitárias... mas não percebo a manchete que deram à noticia: Portugal coloca os F-16 à venda.

Sem comentários: