quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

a distribuição geográfica dos apoios do candidato. Os Pobres

“localidades rurais, do interior, menos afluentes e mais distantes dos centros de decisão nacional. Existe um verdadeiro cluster de concelhos no interior alentejano, junto à fronteira com Espanha, Uma das particularidades da votação do Chega, até ao momento, consiste na sua dificuldade relativa de implementação eleitoral nos subúrbios das grandes cidades, o que terá implicações na sua estratégia eleitoral nas legislativas.

O partido de André Ventura para ter sucesso, necessitará de subir fortemente na votação nos círculos grandes (Lisboa, Porto, Braga, Aveiro) e estes resultados das presidenciais não auguram um futuro tão risonho ao Chega como a votação global em Ventura faz prever.”
(Jorge M. Fernandes e Mafalda Pratas em analise às Presidenciais no Observador)

Sem comentários: