quarta-feira, 3 de outubro de 2018

MARQUÊS À PROVA...

Como José Sócrates e os outros arguidos querem destruir a Operação Marquês.
.
Esta é apenas uma parte da estratégia das defesas dos arguidos da Operação Marquês para deitar abaixo, na secretaria, a mais importante investigação judicial da democracia portuguesa. 
O primeiro objectivo está conseguido:
afastar o juiz Carlos Alexandre da fase de instrução, que será presidida por Ivo Rosa.
Os restantes passam por classificar a investigação de ilegal;
anular provas que dizem ser proibidas;
afastar investigadores; e
valorizar indícios que acreditam não ter sido considerados pelo Ministério Público na acusação. 

Se o pedido da defesa de Armando Vara para ouvir o juiz Carlos Alexandre como testemunha for aceite, a fase de instrução da Operação Marquês deverá ficar marcada por aquela que será uma situação inédita: o juiz Carlos Alexandre, sentado numa das salas do tribunal onde está há 14 anos, à disposição das defesas e do juiz Ivo Rosa para ser interrogado sobre as alegadas ilegalidades que o fizeram ficar à frente do processo em 2014.
Será uma espécie de tiro ao alvo: uma oportunidade única para as defesas contestarem indirectamente cada uma das decisões de Carlos Alexandre. Da autorização da captação de escutas telefónicas à assinatura dos mandados de prisão preventiva.

mais AQUI

Sem comentários: