domingo, 30 de julho de 2017

ler e ouvir o que pensa (?) Marcelo Rebelo de Sousa

1. Uma mensagem para o eleitorado de centro-direita
Admitindo que algum eleitorado de centro-direita possa estar desiludido com o seu mandato, Marcelo Rebelo de Sousa é direto em dizer que não lhe passou pela cabeça a possibilidade de dissolver a Assembleia da República quando tomou posse no ano passado.
2. OE 2018 e um aviso à esquerda
A mensagem para o PS, o PCP e o BE é direta: “Os partidos que fazem parte da área do Governo têm de decidir em cada momento ao longo da legislatura se querem ou não durar até ao fim da legislatura, se quiserem, naquilo que depender deles, têm mais hipóteses de durar, se não quiserem, não há ninguém que possa substituir-se a eles”.
3. “Bitola” do crescimento económico nos 3%
Em 2017, Marcelo colocou a “bitola” nos 3% e várias previsões ajustaram-se, com o próprio Governo a acreditar cada vez mais nessa meta.
4. Défice tem de continuar a descer
Falta o rating, mas Marcelo diz que para lá chegar é preciso continuar com a preocupação de ter umas finanças públicas sãs.
5. CGD deve ter em atenção os mais vulneráveis
Marcelo diz ser “sensível” aos que estão numa “situação mais deprimida do ponto de vista económico e que podem sofrer com certas medidas”.
6. Compra da Media Capital “não é nada melindrosa”
sobre a aquisição da Media Capital pela Altice, considera que esta compra “não é nada melindrosa”.
7. Marcelo quer explicações sobre Pedrógão
O Presidente da República considera ainda ter muitas dúvidas sobre a tragédia de Pedrógão Grande, tal como os portugueses. “Exigi o apuramento de factos e responsabilidades”, insiste.
8. Tancos “é grave”
Marcelo Rebelo de Sousa rejeita a ideia de que desdramatizou o caso de Tancos. “É grave”, classifica, pedindo que se investigue tudo.
9. Se há responsabilidades, há responsáveis

Sobre estes dois casos, o Presidente da República espera que se possa dissipar as dúvidas em breve, pedindo celeridade mas respeitando os tempos de cada instituição. Marcelo diz que se houver razões para haver responsabilidade, então existem responsáveis.

Sem comentários: