sábado, 29 de março de 2014

novas do terceiro protectorado em quarenta anos…

A pouco mais de mês e meio vai terminar o terceiro protectorado em quarenta anos.
Os juros da divida a 10 anos estão a 4,05%. Os homólogos em 2013 eram 6,16.
Na altura o semanário Sol noticiava que ”2º Resgate à vista” e o Expresso que “Passos e Portas já discutiram remodelação”.
Em tempo idêntico, em Outubro de 2013, a 49 dias do fim do resgate, a Irlanda pagava 3,53%.

Por cá aquele génio que nos convenceu que as SCUT eram sem custos para o utilizador, quer que a Assembleia discuta a “reestruturação da dívida” e a “opinião publicada”, que não conta, mas provoca, dá-lhe tempo de antena e páginas de jornais. Talvez nos volte a convencer e chegaremos de novo ao resgate e à тройка

Faltam 49 dias para a saída do triunvirato que nos tutela desde o resgate a que a incompetência dos governos de Pinto de Sousa nos levou.
O ainda Presidente da Comissão Europeia acaba de revelar que, quando foi pedida a intervenção, os “cofres” do Estado tinham 300M de euros que não chegariam, nesse mês, para pagar vencimentos, pensões, reformas e, muito menos as despesas de educação e saúde.
Poucos o sabiam e foram (ainda são) tratados como os leprosos na Idade Média.

Muitos não o sabiam (e ainda não o querem saber) porque a informação (a que têm direito) sempre o ocultou.

Sem comentários: