quinta-feira, 6 de março de 2014

datas que alguns eliminam...

Contrariando algumas opiniões, parece que PCP - a que temos direito - faz hoje 93 anos.

Depois de várias reuniões em várias sedes dos sindicatos foi fundado o Partido Comunista Português, ou PCP, como a secção portuguesa da Internacional Comunista (o Comintern), no dia 6 de Março de 1921.
De modo diverso ao que ocorrera na generalidade dos países europeus, o Partido Comunista Português não se formou a partir de uma cisão no Partido Socialista, mas ergueu-se, essencialmente, com militantes saídos das fileiras do sindicalismo revolucionário e do anarco-sindicalismo.
Em Novembro de 1923 ocorreu em Lisboa o primeiro congresso do PCP, com José Carlos Rates na liderança do partido, onde afirmaram a sua solidariedade com o socialismo na União Soviética e a necessidade de políticas semelhantes em Portugal.(in Wikipedia)

Em 1927 foi ilegalizado pelo “Estado Novo” e, em 1938, expulso da Internacional Comunista (Comintern). Apenas em 1947 voltaria a restabelecer relações com o movimento Comunista e com a União Soviética.
Após o colapso da URSS e dos partidos similares é, hoje, o único partido comunista da Europa.
O PCP nada mudou na dialéctica e nas soluções políticas que propõe e, tudo leva a crer, que nada mudará.

(para contrariar “lendas e narrativas” vale a pena ler o estudo publicado pela Wikipédia…

Sem comentários: