segunda-feira, 31 de março de 2014

e a Angela Merckel ganha as eleições Europeias... em Portugal!

A campanha já começou e obviamente avança à conquista dos votos dos “idiotas úteis” que somos (quase) todos nós!
Desde a “austeridade excessiva” até à “austeridade necessária” serão os temas que teremos que “comer”, devidamente ecoados na imprensa a que temos direito!
Mas afinal que é que vai ganhar estas eleições que sendo “prá Europa” só irão tentar lavar a roupa nacional! Como se as “lavadeiras” alguma vez tivessem, com sucesso, metido as mãos numa barrela! Aposto que nem conhecem termo!

Pois bem, cá no burgo, a grande e única vencedora, será a
chancelerina Angela Dorothea Merkel e, claro, a Alemanha

Eu explico-me:
A chancelerina é líder do partido União Democrata-Cristã (CDU), governa a Alemanha e a Europa há quase 10 anos e, agora, está em coligação com o Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD).
Ora a CDU, o da chancelerina, pertence ao Partido Popular Europeu (PPE), por onde andam os nossos PPD/PSD e CDS/PP, e quer nomear para a Presidência da Comissão Europeia, Claude Juncker, líder do Partido Popular Social Cristão do Luxemburgo, também integrado no PPE (da Sr.ª Merkel).
Mas, pode acontecer, que as nossas gentes resolvam voltar a confiar no "nosso" Partido Socialista que, na Europa, está integrado no Partido Socialista Europeu (PSE), cujos membros são partidos sociais-democratas e trabalhistas, e que querem eleger para a Presidência da Comissão o alemão Martin Schulz que pertence ao Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD) que está coligado no governo da Alemanha com a CDU (da Sr.ª Merkel).

Por isso
é que a Angela Merckel ganha as eleições Europeias em Portugal!
O resto é "conversa mole" para enganar as gentes...

q.e.d.


Sem comentários: