domingo, 14 de agosto de 2016

sinais de fumo

Em 2005, o inimitável dr. Costa era ministro da Administração Interna de um governo que recusou uma proposta de prevenção do Instituto Superior de Agronomia e, nas palavras do actual deputado socialista Ascenso Simões, cometeu o "erro grave" de optar "pelo derradeiro elemento da cadeia de valor - o combate".
Em 2016, o dr. Costa lidera o governo e, logo que as férias e o Twitter lhe permitiram, apareceu a avisar os néscios que "não pode haver a ilusão de que os incêndios se evitam combatendo-os".
Há dez anos, a cabeça do dr. Costa engendrou um encantador Plano de Defesa da Floresta - obviamente um sucesso - e um concurso público para aquisição de "meios aéreos", por sinal repleto de pormenores pitorescos.
Agora, da cabeça do dr. Costa sai um "grupo de trabalho" para "reforma da floresta", que fatalmente correrá pelo melhor. (por Alberto Gonçalves no DN)

Sem comentários: