domingo, 14 de agosto de 2016

um governo, uma maioria...um presidente!

O Presidente da República já percebeu e já começou a enviar recados. 
Os idiotas-úteis ainda não…
.
“Muita coisa aconteceu em Portugal (e no mundo) durante o último ano, e a maioria dos portugueses já terá esquecido, mas o PS passou, entre 2011 e 2015, a atacar o governo do PSD e do CDS por não fazer crescer a economia portuguesa. João Galamba, Pedro Nuno Santos e outros acusavam o governo de então de nada fazer para promover o crescimento. António Costa deu voltas e voltas a Portugal a prometer crescimento e mais crescimento. O PS, o BE e o PCP atacavam a “austeridade” acusando-a de impedir o crescimento económico. Antes das eleições, Costa criou um grupo de trabalho, cheio de economistas brilhantes, para apresentar um programa de crescimento ao país. Na campanha eleitoral, garantiu aos portugueses, um crescimento de 2,5% com um governo socialista.” 
depois
Chegou a geringonça, com a promessa de um enorme crescimento. Os portugueses acreditaram, aumentaram o consumo e gastaram as poupanças. No Portugal das esquerdas, só o défice e a dívida é que crescem”. Costa prometeu o fim da austeridade e o crescimento económico. Vai acabar com o regresso à austeridade e sem crescimento. O Presidente da República já percebeu e já começou a enviar recados. (por João Marques de Almeida no Observador)

Sem comentários: