domingo, 14 de dezembro de 2014

Ora porra, estou farto de ser mexilhão!

"Vamos lá contar mentiras", pensaram, porque estes “idiotas úteis” comem qualquer patranha!
O governo e similares só falam em 32 milhões de euros e não nos referem que teremos que os juntar aos 458 milhões de euros que é o prejuizo da TAP (ou serão os jornalistas, a que temos direito, que o estão a esconder?) e que, privatize-se ou não, teremos que pagar. Se a TAP fosse uma empresa privada já tinha falido, mas como é Pública, nós pagamos!
E o lider (?) do maior partido da oposição (?) até cita uma Comissária Europeia com menos de um mês no lugar, que disse qualquer coisa como “há sempre uma última vez para aumentar com dinheiro público o capital da TAP”.
Realmente há, só que a “ultima vez da TAP” foi no governo do Pinto de Sousa, aquele 44 que assinou o “memorando” que nos troxe a troika (ou serão os jornalistas, a que temos direito, que nos estão a esconder a existencia do ponto 3.30 do memorando?).
Comparar os dinheiros públicos investidos na CP, na Carris e no Metro é ignorancia completa! A TAP é transfonteiriça e por tal sujeita às Normas da União Europeia, as outras são nacionais ou mesmo locais e a legislação que lhes é aplicável é outra. Será que “eles” não distiguem a diferença.
Isto é, nem a senhora que quer ser Comissária, nem o Santos Costa que quer ser nosso primeiro, leram os dossiers!  

Esta gente não merece nem o voto que lhes damos, nem o dinheiro que lhes pagamos, nem os jornais, tv’s e rádios que também pagamos!
Ora porra, estou farto de ser mexilhão! Vão-se vocês lixar!

nota:

Vou esquecer os dirigentes Sindicais porque sei que eles sabem que uma vez privatizadas as empresas ficam no desemprego (ou vão ter que começar a trabalhar!)  

1 comentário:

Gaivota Maria disse...

Pisaram-lhe os calos com isto da TAP. Até meteu palavra feia...