sábado, 26 de julho de 2014

Vá lá as gentes acreditarem naquilo que nos dão a ler…

Uma das minhas sentenças preferidas é:
“Se viste, leste ou ouviste na imprensa (a que temos direito) é mentira com certeza…”
Claro que é um exagero, mas conserva-me a sanidade mental que “eles” me pretendem tirar.

Há um ano na primeira página o Oje decretava
Portugal cada vez mais longe da Irlanda e próximo da Grécia”;
O Expresso “informava”
Governo obrigado a manter os cortes de 2014
No I podíamos ler que o venerando ex-chefe de Estado afirmara
Estou desiludido com António José Seguro” e
o Jornal de Noticias titulava
Aulas extras não evitam razia nos exames do 4º ano


Um ano depois verifica-se que 
estamos mais longe da Grécia e a par com a Irlanda
os “cortes” vão piorar e ficar iguais aos do governo que nos trouxe a тройка
o venerando abriu caminho e mandou avançar o outro António e, 
apesar do "enorme" esforço dos professores, 
o rendimento escolar piorou.

Sem comentários: