terça-feira, 3 de junho de 2014

apoia o António…

Parece que a página foi retirada, ou mandada retirar, por alguém de bom senso. O problema é que tudo quanto vai para a net, não desaparece, é perene.
Fica o endereço:

Reconhecendo que o ponto de partida possa parecer falacioso por aparentar representar uma redução hitlariana, a verdade é que a acção de um homem com poder que vê o seu mundo ruir pelo princípio democrático da discussão, é tão perigosa quanto destrutiva. Se Hitler ameaçava levar o mundo todo com ele para o abismo caso a Alemanha tombasse, assim parece agir António José Seguro do seu ninho de águia, lugar supremo da abstração e da desrazão. O Partido Socialista, pilar fundamental da manutenção e aprofundamento da democracia no nosso país, encontra-se hoje nas garras de um homem perdido. Misto de Cavaleiro da Triste Figura, rodeado dos seus Sanchos Panças, qual D. Quixote a lutar contra moinhos de vento, e de autoritária índole a preferir um Partido na Clandestinidade três vezes bloqueado. Agindo em nome do que o cidadão espera de uma política renovada, fecha os olhos ao mais elementar dos factos: o país está com António Costa e exige-o. E exige-o não porque, ao contrário do que João Soares afirmou, tenhamos em nós a esperança sebastianista mas porque ainda somos autónomos para decidir quem, de entre nós, ser perfila o melhor para servir a República.

Este pedaço de texto publicado é bem explicativo de quem quer ser “meu governo”. 
Está tudo doido! Se este é o registo de como se tratam entre si, percebo agora o incrível modo de tratamento que têm vindo a fazer aos “outros”.
Este pedaço de texto publicado é bem explicativo de quem quer ser “meu governo”. 

Não! Obrigado!

Sem comentários: