segunda-feira, 2 de maio de 2011

Dia da Memória

Israel iniciou este domingo, em Jerusalém, as celebrações anuais do Dia da Memória no Yad Vashem, memorial de homenagem aos seis milhões de judeus vítimas do regime Nacional-Socialista alemão. Naquele país ainda vivem 200 mil sobreviventes do holocausto.
Seis milhões de judeus foram mortos pelo regime nazi.
Dachau, Buchewald, Mauthausen, Treblinka, Maidanek e Aushwitz são nomes de localidades que nunca deveriam ser esquecidos.
Souza Mendes é o nome do diplomata português que salvou milhares de judeus. O seu "esquecimento" que começou no Estado Novo ainda permanece...

Sem comentários: