domingo, 21 de junho de 2020

Metro de Lisboa: Os grandes interesses financeiros e imobiliários.

Exemplo claro de como a suposta política de Mobilidade da CML (da qual também faz parte a emel) é na verdade motivada pelo favorecimento a grandes interesses financeiros e imobiliários.
Isto em detrimento das reais necessidades de quem precisa de se deslocar diariamente para Lisboa e dentro de Lisboa.

.
o Eng. Fernando Santos e Silva aponta sem rodeios quem sairia beneficiado com esta Linha Circular e apresenta argumentos técnicos para denunciar esta obra como um erro.

Sem comentários: