segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

não há revoluções gratís!

Um excelente artigo de Opinião de Rui Ramos, para mais tarde recordar:

« No exterior, o clube de fãs do Syriza agora vai tentar fingir que este foi apenas mais um caso de prepotência alemã »  …
só que, já todos sabemos(?), o que conseguiu o Syriza: em vez da troika, passou a haver “instituições”; em vez do programa, “acordo”; em vez de credores, “parceiros”; em vez de austeridade, “condições”. …
à esquerda e à direita, já muita gente percebeu a “ilusão” encenada por Tsipras e Varoufakis. Manolis Glezos, o patriarca do Syriza, com um sentido da decência que os seus correligionários mais novos não têm, pediu entretanto as devidas desculpas ao povo grego.»
mas
neste artigo de opinião também se fala da Lei Macron na França e do “modelo” do Syrisa: a Venuzuela!
Vale a pena ler (mesmo que se não concorde como alguns troll’s que o comentaram!)

ps: a capa é do unico jornal de esquerda que não se disfarça de multi-partidário  

Sem comentários: