sábado, 24 de maio de 2014

abstenção: de quem é a culpa?

Muito se vai ouvir falar da abstenção que será uma “boa” desculpa para a pior das campanhas eleitorais em democracia. Tão má que teve o condão de dar os piores shares de audiência às tv’s a que temos direito.
Na realidade, nas últimas três Eleições para o Parlamento Europeu o número de votantes manteve-se estável e independente dos chamados “eleitores inscritos” que, como é sabido, tem hoje um valor próximo do total dos portugueses apurados no Censo de 2011.

O gráfico que junto é disso elucidativo... o “resto” vai ser conversa para enganar “idiota útil”


Fica também confirmado que o afastamento dos eleitores da União Europeia é antigo…  

Sem comentários: