quinta-feira, 12 de setembro de 2013

mais votos, abstenções e outros papões!

Depois de ouvir uma comentadoira prever uma “elevadíssima” abstenção nas autárquicas que se aproximam, dei por mim a olhar, quer para os resultados das legislativas, quer para os das autárquicas pós 2001.
Vejamos algumas conclusões interessantes que se poderiam retirar da amostra que recolhi:
- O número de votantes pouco depende do de eleitores e, circula à roda de uma média de 5556806 nas Legislativas e 5392858 nas Autárquicas.
Curiosa e contrariamente à douta opinião dos ilustres comentadores há mais votantes nas eleições nacionais que nas locais.
- O curto desvio, entre os 3,47% e os 0,57%, demonstra que o número de votantes se vai aproximando da média à medida que aumenta o de eleitores registados.
Ou seja, em teoria, o número de votantes está estável desde 1999.
- Estranhamente curioso foi verificar que, em oito meses, entre as Legislativas e as Autárquicas de 2005 os recenseados aumentaram em 54461 e em 2009 diminuíram 136979 em dois meses.
Deixo para outros a teoria “da conspiração”, perdão “da abstenção”, e fico a aguardar os desenvolvimentos do final do mês.
Isto de gostar de brincar com os números dá “maus resultados”. Isto é, descobrimos que há mais idiotas úteis do que pensávamos...entre os dizentes e ouvintes!

Sem comentários: