terça-feira, 24 de maio de 2016

linhas gerais da direita politica

– O estado é o Regulador da Economia e não deve estar excessivamente dentro dos negócios dos privados.
– Combater o crime severamente. A polícia tem de ser uma verdadeira autoridade e os tribunais têm de ter mão pesada com os criminosos.
– Privilegiar o investimento privado. As empresas e os patrões não são os inimigos das pessoas bem pelo contrário.
– Terminar e combater a corrupção política e social.
– Apoiar a família, a natalidade portuguesa e a educação.
– Combater a precariedade no trabalho.
– As pequenas e médias empresas são a base da economia.
– A classe média tem que ser uma aposta forte para a sociedade.
– Subsídios do estado são para quem realmente precisa e não para quem não quer trabalhar.
– Estimular a criação de emprego.
– Redução de todos os impostos. O estado não se pode apoderar dos rendimentos das famílias e empresas.
– O estado não pode cobrar impostos excessivos a quem trabalhou e foi recompensado financeiramente. 
– Combater o facilitismo nas escolas. A educação tem de ser exigente e os professores são a autoridade dentro das escolas.
– O património histórico e cultural deve ser sempre preservado. Não podemos esquecer os nossos antepassados, a nossa história e a nossa tradição.

(texto completo AQUI)

Sem comentários: