quarta-feira, 30 de julho de 2008

uma mulher de coragem...outra a engolir sapos...

uma mulher de coragem:
Uma juíza de Felgueiras condenou cinco indivíduos de etnia cigana por agressões contra militares da GNR referindo recentes episódios na Quinta da Moura e Abrantes contra polícias como argumentos para elevar as penas. "Finalmente, à excepção do arguido Paulo J. , são pessoas malvistas, socialmente marginais, traiçoeiras, integralmente subsidio-dependentes de um Estado (ao nível do RSI, da habitação social e dos subsídios às extensas proles) e a quem 'pagam' desobedecendo e atentando contra a integridade física e moral dos seus agentes e obstaculizando às suas acções em prol da ordem, sossego e tranquilidade públicas". A frase é da autoria da magistrada Ana Gabriela Freitas e é das mais fortes (ver outras em caixa ao lado) de uma sentença em que cinco homens foram condenados por, em 7 de Janeiro de 2006, terem agredido vários militares da GNR que pretendiam pôr termo a uma "festa" com tiros num bairro social daquela cidade, por incomodar os restantes habitantes. ps: a mesma Juíza decidiu-se pela não-confirmação da prisão preventiva de Fátima Felgueiras por entender que a ex-autarca apenas «alegadamente» terá estado refugiada no Brasil e que, mesmo a sua fuga, terá sido “aparente”. in Diário Digital, 23-09-2005 8:23:55 outra a engolir sapos... sem necessidade! antes foi assim, embalada pelos "estagiários da silly season": Alta Comissária para a Integração admite fazer queixa de juíza por uso de expressões polémicas TSF 30Jul09 Ontem às 19:30 Juíza de Felgueiras refere-se a ciganos com expressões polémicas TSF 30Jul09 às 18:29 depois teve que se desdizer: «Após ler a sentença, verifico que em parte alguma a juíza se refere à comunidade cigana», sendo que as expressões polémicas apontadas pelo advogado dos réus, Pedro Carvalho, como da autoria da magistrada, foram sim proferidas por «testemunhas», disse. Rosário Farmhouse proferiu estas declarações à TSF apenas uma hora depois de ter admitido apresentar uma queixa junto do Conselho Superior da Magistratura contra a juíza em causa, numa altura em que ainda não tinha lido a sentença. TSF 30Jul09 às 21:38
... usos e abusos da CS que cada vez mais temos!

terça-feira, 29 de julho de 2008

segunda-feira, 28 de julho de 2008

primeira grande guerra


A 28 de Julho de 1914 a Áustria-Hungria declara guerra à Sérvia porque esta não cumpriu os termos de um ultimato imposto pelos Habsburgo após o assassinato do herdeiro do trono imperial, o Arquiduque Francisco Ferdinando, por um nacionalista sérvio, Gavrilo Princip. Começa, assim, a Primeira Guerra Mundial. Morreram 15 milhões de pessoas.

Portugal participou no primeiro conflito mundial ao lado dos Aliados, o que estava de acordo com as orientações da República ainda recentemente instaurada.
Na primeira etapa do conflito, Portugal participou, militarmente, na guerra com o envio de tropas para a defesa das colónias africanas ameaçadas pela Alemanha. Face a este perigo e sem declaração de guerra, o Governo português enviou contingentes militares para Angola e Moçambique.
Em Março de 1916, apesar das tentativas da Inglaterra para que Portugal não se envolvesse no conflito, o antigo aliado português decidiu pedir ao estado português o apresamento de todos os navios germânicos na costa lusitana. Esta atitude justificou a declaração oficial de guerra de Portugal em relação à Alemanha e aos seus aliados, a 9 de Março de 1916 (apesar dos combates em África desde 1914).
Em 1917, as primeiras tropas portuguesas, do Corpo Expedicionário Português, seguiam para a guerra na Europa, em direcção à Flandres. Portugal envolveu-se, depois, em combates em França.
Neste esforço de guerra, chegaram a estar mobilizados quase 200 mil homens. As perdas portuguesas atingiram quase 10 mil mortos e milhares de feridos, além de custos económicos e sociais gravemente superiores à capacidade nacional. Os objectivos que levaram os responsáveis políticos portugueses a entrar na guerra saíram gorados na sua totalidade. A unidade nacional não seria conseguida por este meio e a instabilidade política acentuar-se-ia até à queda do regime democrático em 1926.
Dos 20.000 soldados que compunham o CEP, cerca de 15.000 encontravam-se nas linhas da Frente, comandados pelo General Gomes da Costa. No dia 8 de Abril de 1918, as tropas finalmente ouviram a notícia pela qual tanto ansiavam - no dia seguinte iriam ser transferidas para as linhas da rectaguarda.

Na madrugada do dia 9 de Abril, uma ofensiva levou 50.000 alemães sobre as trincheiras portuguesas, com efeitos desastrosos - 7.500 baixas do lado português!

ele arrecada mais 51 000 Euros por ano!


José Sócrates foi o governante que mais beneficiou com a política e já arrecada por ano mais 51 mil euros do que quando era deputado.


... mas há quem ganhe mais que o nosso primeiro, é o caso de Luís Amado, Teixeira dos Santos, Augusto Santos Silva e Jaime Silva... mas não beneficiaram tanto quanto Pinto de Sousa!


Ora bem, se alguma coisa está a funcionar bem em Portugal será a Contra-Informação, também chamada de Desinformação (para os menos entendidos esta é "a area da intelligence que estuda forma e executa a divulgação de noticias menos positivas dando-lhes um aspecto menos prejudicial ". O inverso é, obviamente, verdadeiro!)


Já agora, a manchete do Correio da Manha para esta noticia referia:
Ministros ganham mais do que Sócrates

comentários para quê?

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Fernanda Baptista


Fernanda Baptista
(Lisboa, 7 de Maio de 1919 — Cascais, 25 de Julho de 2008),

foi uma das maiores fadistas portuguesas de todos os tempos e uma presença assídua no Teatro de Revista.

do 25 de Julho


25 de Julho é dia de Santiago de Compostela, dia da Pátria Galega, coincidência ou talvez não, em 1109 nasceu Dom Afonso Henriques e em 1139 com a Batalha de Ourique iniciámos o nosso caminho para a Independência que ainda hoje temos.
A Batalha de Ourique desenrolou-se significativamente, de acordo com a tradição, no dia de Santiago, que a lenda popular tinha tornado patrono da luta contra os mouros; um dos nomes populares de São Tiago Maior, era precisamente Matamouros.


quinta-feira, 24 de julho de 2008

2minutos e 50 segundos com destino...

... 45 anos? Ontem !

QREN não gastou 62 milhões em 2007


No primeiro ano de implementação do programa Factores de Competitividade, que inclui os sistemas de incentivos às empresas, não foram aprovados quaisquer projectos, ficando por gastar os 62 milhões de euros de fundos comunitários.

24 de Julho





O antigo Aterro que Eça refere n'Os Maias" deu origem á Rua, agora Avenida 24 de Julho. Começa na Praça Duque da Terceira, isto é Praça dos Remolares ou Cais do Sodré.



Comemora a expulsão das tropas de D. Miguel e o fim das lutas Liberais.

nos nossos parques e reservas nacionais!

Os portugueses podem vir a pagar entrada para visitar parques e reservas naturais do Estado, uma taxa que vai servir para financiar a conservação da natureza e da biodiversidade naquelas áreas, segundo um diploma publicado esta quinta-feira. Isentos do pagamento desta taxa vão ficar os residentes dos concelhos abrangidos por aquelas áreas classificadas, segundo o novo regime jurídico da conservação da natureza e da biodiversidade Estas taxas, que ainda vão ter de ser definidas por portaria do ministério do Ambiente, "devem ser preferencialmente" aplicadas pelas autoridades ambientais em acções dirigidas à respectiva área classificada. No JN ás 14h44m

mas atão para que é são os nossos impostos?

mais futebol,menos fátima e pouco fado... canhotos!

Freitas do Amaral vai publicar o parecer encomendado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), para servir de guia aos membros de órgãos colegiais públicos e privados, porque a polémica reunião do Conselho de Justiça revelou problemas jurídicos «mal estudados». … «Levantam-se problemas que não só estão mal estudados no âmbito do Direito Administrativo, mas também não estão no quadro do Direito Privado», disse à agência Lusa Freitas do Amaral. O jurista alertou que «o problema que surgiu na reunião do Conselho de Justiça da Federação pode muito bem acontecer amanhã, quer em órgãos colegiais públicos, câmaras municipais, senados universitários, administrações hospitalares, quer em órgãos colegiais privados, associações, fundações e sociedades». …parece que eles eram todos Juízes de profissão (ou, no mínimo, licenciados em Direito) !

amantes do futebol...á custa dos impostos do povo

A RTP venceu o " concurso " para a transmissão dos jogos de futebol da Liga Sagres (?) durante as próximas duas épocas, depois de ter apresentado uma proposta superior à TVI e SIC.
A RTP informou que, “a Sport TV Portugal chegou a acordo com a RTP – Rádio Televisão de Portugal para a transmissão televisiva em território nacional de um jogo por jornada da Liga Portuguesa de Futebol, épocas 2008/2009 e 2009/2010”.
- onde é que eles vão buscar o dinheiro?
- obvio, aos nossos impostos!
porque raio é que eu, que não gosto de futebol, tenho que o pagar?

samaritana

saudades!

sábado, 19 de julho de 2008

sexta-feira, 18 de julho de 2008

e a propósito:

já este ano…mais multas em Lisboa e Porto!


As viaturas da PSP e da GNR em serviço nas áreas de Lisboa e Porto, para já, vão dispor, ainda este ano, de um sistema de leitura de matrículas que permite detectar rapidamente os automóveis alvo de carjacking.


… os Tugas ainda não perceberam que “o coiso” é para , mais cedo ou mais tarde, multar carros em estacionamento ilegal, sem que o "axente d'auturidad" saia da sua viatura (nova e paga por nós)!
No poupar é que está o ganho!
Com papas e bolos se enganam os tolos.
etc...
Hitler e Mussolini, primeiro foram democraticamente eleitos, mas depois…!

O MUNDO DAS NOVAS TECNOLOGIAS

A introdução das matrículas com um chip que permite às autoridades detectar uma série de irregularidades tem de levantar dúvidas. Foi o que já fez a Oposição no Parlamento, quando começou a ser discutida a proposta de Lei que autorizará o Governo a legislar. Teme-se a violação da privacidade dos condutores e a possibilidade de uma gestão menos rigorosa da base de dados. Teme-se, no fundo, um grande Big Brother... As dúvidas são legítimas, mesmo que surjam como consequência natural dos tempos. Vamos ter de nos habituar à ideia de que serão cada vez mais os meios de fiscalização e controlo dependentes das novas tecnologias. É claro que importa impedir abusos e a utilização indevida da informação. Mas importa também considerar as vantagens que podem advir desta e de outras medidas para os cidadãos cumpridores – a maioria. Editorial de Silva Pires Director do Global 180708
prosa notável... para não esquecer
Sócrates diz: Angola é hoje um dos países mais ‘falados e reputados’.
José Sócrates foi a Angola elogiar o Governo de Luanda e o dinamismo dos empresários portugueses em Angola!

vejam bem!

‘um jeito’ ao Governo...

Debate nuclear distrai atenções da grave situação de Portugal
Oposição considera que alusão do governador do Banco de Portugal foi ‘um jeito’ ao Governo, mas ministro do Ambiente também diz que Vítor Constâncio não tem competência para falar desse tema…



… e o Vítor das Más Noticias não lhe responde!

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Notícia PÚBLICO - Última Hora

Sines Praia Vasco da Gama atingida por "bolinhas" de crude provenientes de derrame 2008-07-16 15:20:00 Lusa A Praia Vasco da Gama, em Sines, foi atingida esta manhã por "bolinhas" de crude, provenientes do derrame ocorrido segunda-feira no terminal petroleiro do porto, confirmaram as autoridades marítima e portuária. "Existem umas bolinhas de crude na praia, que se terão, provavelmente, soltado dos cascos das embarcações a que se agarraram, quando estas passaram na zona do derrame", disse o comandante da Polícia Marítima (PM) e capitão do Porto de Sines, Guilherme Marques Ferreira. O derrame de cerca de dois mil litros de crude ocorreu segunda-feira, cerca das 11h00, no posto 2 do Terminal de Granéis Líquidos do porto, aquando da preparação para uma operação de descarga. A administração portuária revelou que a maior parte do crude, perto de 1500 litros, já foi recolhida ontem à tarde, no decorrer das operações de recuperação de produto postas em prática. A limpeza da praia também já teve início, a cargo da Administração do Porto de Sines (APS), entidade responsável pela jurisdição daquela praia, galardoada com a Bandeira Azul. "As bolas de crude, que não são em muita quantidade, apesar de estarem espalhadas, estão a ser recolhidas rapidamente à pá, com uma rede para depurar os resíduos e com a ajuda de um tractor", assegurou a administração do porto. Os pedaços de crude são descritos como "pequenas bolas, como se fossem moedas de um ou dois euros", que apareceram, sobretudo, numa parte da praia, junto ao porto de pesca. Bandeira Azul arreada A Bandeira Azul mantém-se ainda hasteada na zona balnear, embora apenas por questões logísticas, conforme explicou Marques Ferreira. "Neste momento, a Bandeira Azul devia estar arreada. Só se mantém içada porque, para a retirar, é necessário utilizar o monta-cargas da Câmara Municipal", referiu. A Praia Vasco da Gama, situada na cidade de Sines, ostenta hoje também a bandeira vermelha, sinalizando a proibição de tomar banho, que deverá ser novamente substituída pela verde, assim que terminada a operação de limpeza. "Os nadadores salvadores estão a pedir às crianças para saírem da água e já foi içada a bandeira vermelha, como medida preventiva", avançou o responsável local pela autoridade marítima.

Notícia PÚBLICO - Última Hora

Apesar do valor recorde do dólar contra divisas Preço do petróleo continua a baixar em Londres e Nova Iorque 2008-07-16 12:42:00 Reuters Apesar do valor recorde do dólar contra as divisas internacionais, em particular o euro, o preço do petróleo continuava hoje a abrandar em Londres e em Nova Iorque. Às 10h49, o preço do petróleo de "Brent" cotado em Londres recuava 1,56 dólares (0,98 euros) em relação ao valor da véspera, para 137,19 dólares (86,21 euros) o barril. O preço do petróleo "light" negociado em Nova Iorque aproximava-se igualmente da cifra registada em Londres, depois de ontem ter baixado mais de seis dólares (3,77 euros), a maior queda numa sessão em 17 anos. Para o analista Mark Pervan, da consultora de matérias-primas ANZ, "o mercado está mais preocupado com a economia real", em especial com o enfraquecimento do dólar. As declarações de ontem do presidente da Reserva Federal dos EUA ao Congresso podem ter motivo preocupações acrescidas junto dos investidores, que estarão a aliviar a pressão sobre o preço das matérias-primas, em particular o petróleo. Ben Bernanke traçou um quadro cinzento da economia do país, acentuando os efeitos da fraqueza do mercado residencial e da subida da energia e dos produtos alimentares na economia, que se encontra fragilizada e continua a ser fustigada pela crise do crédito.

A mais pura inocência...


.

eu já acredito em brujas!


...sei que as memórias são curtas!

Sei que as Agencias de Publicidade dos politicos também o sabem e jogam com os atrasos do povo !


Mas só um povo inculto, pouco inteligente e, principalmente, muito burro é que não consegue cruzar a informação que recebe com aquela que devia ter memorizado... apesar das fabulosas "notas" na matemática da ministra!


Sempre que V.Constancio aparece nas TV's a crise aumenta. Real ou Artificialmente! mas aumenta sempre!


Não importa o Governo que está no poder.


A Sexta-Feira 13 está -lhe, desde sempre, nas sudoriperas!

domingo, 13 de julho de 2008

os avós congratulam-se...


A Confederação Nacional das Associações de Pais considerou, esta quinta-feira, como «muito importante» o alargamento da acção social escolar, lembrando que se trata de uma reivindicação com «32 anos». Quanto à criação do passe escolar nos transportes públicos, Albino Almeida alertou para a qualidade dos autocarros. TSF 10 JUL 08 às 20:16



com este albino a Confederação já é a dos AVÒS...
32 anos? Realmente para além de apoiarem os governos socialistas nacionais o que mais é que eles fizeram!
Quem é que lhes paga? E quanto?

...segurança!


Visita de Rui Pereira à Quinta da Fonte já estava prevista
O Ministério da Administração Interna reiterou hoje que a visita do ministro Rui Pereira ao concelho de Loures sábado, um dia depois dos confrontos com armas de fogo na Quinta da Fonte, estava prevista desde a semana passada SOL 12Jul08

Ah! Ah! Ah! ... e os confrontos estavam agendados desde quando?

outra vez em Oeiras
A PSP decidiu reforçar a "atenção" às praias da Torre e Santo Amaro, no concelho de Oeiras, depois de ontem ter identificado oito jovens e apreendido armas brancas, disse fonte da polícia."Foi decidido reforçar a atenção nas praias da Torre e de Santo Amaro de Oeiras", disse fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP. O "Correio da Manhã" noticia hoje que oito jovens foram identificados e várias armas brancas apreendidas numa intervenção realizada ontem à tarde na Praia da Torre. O acesso à praia chegou a estar bloqueado.Depois de um cabo-do-mar da Capitania do Porto de Cascais ter alertado a PSP de Oeiras para a presença de jovens armados com facas e bastões, a PSP bloqueou as entradas da praia, escreve o jornal. O "Correio da Manhã" adianta que ninguém foi detido por não ter havido flagrante delito, já que os jovens enterraram as facas e os bastões na areia. A PSP vai analisar as armas e tentar identificar os proprietários. 13.07.2008 - 13h20 Lusa, PÚBLICO
Ver 21Jun08

Atiradores em liberdade
Polícia reforça presença na Quinta da Fonte
Dispararam sobre tudo o que mexia e até foram filmados enquanto o faziam. No entanto, devido à lei aprovada em Setembro do ano passado, os dois jovens que foram detidos na sexta-feira na Quinta da Fonte foram ontem postos em liberdade por falta de flagrante delito.
Os dois homens de etnia cigana, ambos com 23 anos, depois de passarem a noite na esquadra de Sacavém, estiveram ontem presentes no Tribunal de Loures, onde foram ouvidos em primeiro interrogatório judicial durante duas horas e postos em liberdade. Indiciados por posse ilegal de arma e participação em motim, os jovens terão agora de se apresentar duas vezes por semana na esquadra de Loures.
O processo está nas mãos do Ministério Público, que dirigirá a investigação e poderá avançar com procedimento criminal. De acordo com o Código Penal, os dois indivíduos, a quem foram apreendidas as armas e diversas munições, incorrem em penas até dois anos pela participação em motim e até cinco anos no caso de posse de arma proibida.
Na Quinta da fonte a notícia da libertação dos jovens foi vista como 'injusta' pela comunidade africana. 'Natural', pela comunidade cigana. Por estas razões, a PSP reforçou ontem a presença no bairro. Aos agentes de Loures juntaram-se elementos das Brigadas de Intervenção Rápida e da Unidade Especial de Polícia. Sempre em duplas e armados de shotgun, procuraram mostrar a sua presença de forma a evitar a repetição dos confrontos
. CM 13 Julho 2008 - 14h30

“porreiro, pá!”


Governo apoia «sem hesitação» recondução de Barroso
O Governo português apoia «sem qualquer ambiguidade nem nenhuma hesitação» a recondução de Durão Barroso como presidente da Comissão Europeia, considerando-a «importante para o país», afirmou este domingo em Paris o ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado. PD 13 Julho 2008


"eles" já não se lembram daquilo que dele disseram na campanha eleitoral?

sábado, 12 de julho de 2008

publicidade á Igreja Catolica Romana...

quando o fazem, fazem-no bem!

O BCE e o aumento das taxas de juro



o Oficial:
O BCE deve, por imperativo do seu mandato, aumentar a taxa de juro de refinanciamento, sob pena de permitir um perigoso crescimento generalizado dos preços e uma degradação do crescimento económico, com aumento de desemprego.
Quanto maior for uma taxa directora, mais dinheiro é retirado do mercado, consequentemente
Havendo menos dinheiro haverá uma menor pressão compradora teoricamente diminuindo ou estagnando os preços...
o Real:
Só ganha com a inflação quem se endividou para além das suas possibilidades.
Perdem aqueles que têm rendimentos fixos e os que poupam, a quem são oferecidas taxas de remuneração líquidas abaixo da inflação.

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Estado da Nação: CONTAS FURADAS


Há um ano, José Sócrates não imaginaria o cenário: choque petrolífero a doer; crise financeira em pleno. A maioria PS chega à recta final da legislatura no pior dos cenários económicos. As bolsas apertam e a contenção orçamental sabe a pouco. Hoje, o Parlamento vai discutir de quem é a culpa
O plano era simples - e nada original, por sinal. Funcionaria assim: nos dois primeiros anos José Sócrates forçaria o País a apertar o cinto, em nome da contenção das contas públicas; nos dois últimos anos desapertaria o cinto, nomeadamente baixando os impostos.
A parte da consolidação orçamental correu genericamente bem (até Manuela Ferreira Leite já reconheceu o "mérito" do Governo na redução do défice). Em Março, José Sócrates deu um pequeno sinal do desafogo que poderia aí vir, baixando a taxa máxima do IVA em um por cento (de 21 para 20 por cento). Entusiasmado, em Outubro de 2006 o ministro da Economia, Manuel Pinho, já tinha avançado: "A crise acabou."
Viu-se. Em 20 de Maio, na RTP1, no seu comentário político semanal, António Vitorino, figura de topo no "baronato" socialista - só não foi líder porque não quis - constatou uma evidência: "As contas saíram furadas ao Governo." O Executivo planeava "fazer reformas na primeira metade da legislatura", apostar na "consolidação das contas públicas", para depois, na segunda metade, actuar em cenário de "crescimento económico".
O choque petrolífero e o agravamento da crise do subprime baralharam completamente as contas a José Sócrates. Há pouco mais de um mês, a "crise" - palavra que o Governo já começou a assumir, embora a custo - atingiu um pico de dramatismo: pequenos e médios camionistas organizaram um bloqueio nacional que deixou à míngua muitas bombas de gasolina e esvaziou muitas prateleiras de supermercados.

.

Robin de Maçada no estado a que a nação chegou!

Do lado da oposição, a proposta que foi mais discutida no debate foi a da criação de uma taxa excepcional sobre as mais-valias potenciais das empresas petrolíferas. Paulo Portas, do PP, alertou para a possibilidade das empresas poderem fazer reflectir no preço dos combustíveis o acréscimo nos impostos pagos. Jerónimo de Sousa, do PCP, e Francisco Louçã, do Bloco de Esquerda, defenderam a imposição de uma taxa ainda mais elevada, dizendo que o Governo repartiu com as petrolíferas os ganhos obtidos por estas. José Sócrates garantiu que, através da ASAE e da Autoridade da Concorrência, seria garantido que as empresas não iriam fazer repercutir a subida dos custos nos preços, alegando que "isso seria ilegal". Do lados das empresas petrolíferas, o secretário-geral da Apetro, José Horta, considera que a medida do Governo é "muito penalizante para a indústria petrolífera" criando-lhe um "ónus de geradora ilícita de lucro".

quarta-feira, 9 de julho de 2008

GALP...dos Santos


O PS considerou, esta quarta-feira, que o facto de a Galp não ter reflectido a descida do IVA nos preços «não tem explicação». À TSF, o socialista Jorge Seguro frisou que o partido quer «saber exactamente aquilo que se passou» na empresa.
«Este tipo de situações em que o Governo e a Assembleia da República aprovam a decida do IVA» e em que posteriormente o «IVA não se reflecte no preço final aos consumidores» não têm explicação, disse à TSF Jorge Seguro.
O deputado socialista adiantou que o partido quer «saber exactamente aquilo que se passou», em concreto a 15 de Julho, quando o presidente da Galp, Ferreira de Oliveira, for à Comissão Parlamentar de Economia apresentar explicações sobre o caso.
TSF 090708

denuncia, escutas telefonicas e agora: CENSURA!

http/povoaoffline.blogspot.com

A decisão do Google em remover um blogue português por decisão judicial abre um precedente inédito. Apesar do Blogger - serviço de blogues do Google - se reger pelas leis da Califórnia, onde a empresa está sediada e se privilegia a liberdade de expressão, o encerramento do PovoaOnline abre portas para processos semelhantes em Portugal.
O PovoaOnline, um blogue crítico da autarquia da Póvoa de Varzim, foi removido da web na passada semana, após notificação judicial datada de Maio. O fecho do blogue é uma medida extrema e provavelmente inútil, exemplificada pela rápida abertura do PovoaOffline, outro blogue alegadamente do mesmo autor, e que se encontra disponível em http/povoaoffline.blogspot.com.
No entanto, quem não gostar do que é dito num blogue pode agora requerer o seu encerramento e argumentar com esta decisão, apesar da jurisprudência europeia não estar facilitada.
Num caso quase semelhante decidido esta semana em Espanha, o tribunal condenou o autor do blogue Merodeando a pagar 9 mil euros por difamação e ataque à honra da Sociedad General de Autores. O autor, que vai recorrer da sentença, deve agora remover os comentários acusadores e publicitar a sentença.No caso português, a empresa Google explicou ao DN que "cumpre com qualquer processo legal válido", como autorizações de buscas ou outras ordens dos tribunais, e que "proíbe alguns conteúdos de serem colocados nos seus servidores", ao abrigo dos Termos do Serviço (TdS). A empresa clarifica que "quando somos notificados sobre a existência de conteúdos que violam" os TdS, "agimos rapidamente para os rever, e para determinar se realmente violam aquelas políticas". Nesse caso, "retiramo-los imediatamente".
Na sua política de conteúdo, o Blogger defende que a censura dos conteúdos "vai contra um serviço que se baseia na liberdade de expressão". Mas há limites a esses conteúdos, nomeando a pornografia e obscenidades, conteúdos de incitação ao ódio ou violentos, violações ao direito de autor, publicação não autorizada de informação pessoal ou confidencial, personificação de terceiros, uso para fins ilegais do serviço, ou distribuição de spam, malware ou vírus informáticos. Os textos do PovoaOnline não encaixam em nenhuma destas limitações.


Nunca li o blogue...mas conheci denuncia, escutas, censura e encerramentos de mídias!
Desse tempo resta uma memória do fascismo, do estalinismo, ...

A Google esclarece que as condições são válidas à luz das leis da Califórnia "sem entrar em conflito com as leis ou cláusulas do seu Estado ou país de residência". Detentor do serviço, o Google pode, a qualquer momento, alterar as condições pré-fixadas, ficando o utilizador vinculado às mesmas e aceitando a divulgação das "suas informações pessoais". "Incluindo o conteúdo das suas comunicações, se necessário, para cumprir qualquer processo legal válido ou pedido governamental (como um mandado de busca, uma intimação, um estatuto ou uma ordem judicial)".Em caso de encerramento do blogue, o utilizador deixa de ter acesso ao mesmo, mas o Google pode criar uma "cópia de segurança".

para ler como antigamente,,,nas entrelinhas!










Pasmo e fico impassível, sem reacção, no colectivo em que me transporto.
O carteirista de serviço, a meu lado, mantém teimosamente a mão no meu bolso e nem disfarça.
Outros especialistas em vigarices actuam despudoradamente e ninguém se queixa. O chefe da quadrilha é o rosto visível que ordena aos seus sicários que cumpram o que lhes foi exigido. Nem se trata de alguém experiente. A irreverência de maçarico fê-lo adquirir o à-vontade da sobranceria, a atitude descabelada de querer tudo à sua imagem. Os passageiros, amedrontados, não reagem, mantêm-se no estado hipnótico a que foram submetidos. Viajam para um destino incerto, exauridos e deprimidos, sem vontade de mudança.
No que me resta de lucidez, desejo avidamente o estremeção, o cataclismo, algo que na ânsia de sobreviver nos obrigue a reagir. J. Leitão Baptista Global 090708

Emissora suspensa em Angola


O director de Informação do Ministério da Comunicação Social de Angola disse ontem à Lusa que a da Rádio Despertar por 180 dias é apenas de “carácter técnico”.
Segundo Luís de Matos, a Rádio Despertar por mais de uma vez foi notificada pelo Instituto Angolano das Comunicações (INACOM) para regularizar a sua situação, que, segundo esta instituição, não estava de acordo com a legalidade.
A Rádio Despertar, próxima da UNITA, está sedeada em Viana, a 20 quilómetros de Luanda, emite em FM e tem autorização para cobrir apenas para a província de Luanda.
“O INACOM é que estabelece o limite e sei que foram notificados [responsáveis
da Rádio Despertar] várias vezes porque estavam fora dos padrões”, frisou Luís de Matos.
O Governo angolano comunicou hoje à Rádio Despertar que as emissões vão ser suspensas por um período de 180 dias, alegando que a estação cobre uma área substancialmente superior à autorizada pelo alvará de emissão.


a decisão assemelha-se ao que aconteceu no Zimbabué, onde o seu Presidente, Robert Mugabe, prendeu pessoas, nomeadamente jornalistas e "aniquilou" outras.
"A única diferença é que Angola produz dois milhões de barris de petróleo por dia e o Zimbabué não produz.


para além dos “amorins e amarais” quem é que se acredita?
As eleições legislativas em Angola estão marcadas para 05 de Setembro próximo e a campanha eleitoral começa a 05 de Agosto.
lá conseguiram calar a Unita!

terça-feira, 8 de julho de 2008

Amélia Rey Colaço.

Amélia Scmidt Lafourcade Rey Colaço Robles Monteiro (Lisboa, 2 de Março de 1898 — Lisboa, 8 de Julho de 1990) foi uma encenadora e actriz portuguesa, considerada a mais proeminente do teatro português do século XX.
Casa, em Dezembro de 1920, com o actor Robles Monteiro. No ano seguinte os dois fundam uma companhia própria - será a mais antiga da Europa, com 53 anos de existência - a Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro, sediada no Teatro Nacional D. Maria II.
A sua companhia é oficialmente extinta em 1988, altura em que a actriz se vê obrigada a leiloar o recheio da casa do Dafundo (cedida pela marquesa do Cadaval) e a abandoná-la, já depois de deixar, em 1968, a moradia onde nascera, na Lapa.
Em princípios de 1974, Amélia Rey Colaço regressa ao São Luiz, de onde partira. Pouco depois dá-se o 25 de Abril. Percebendo que a vão encarar como um símbolo do Estado Novo, suspende a companhia e sai de cena.
Assume a injustiça com dignidade, com discrição. Para trás dela ficam espectáculos como Castro, Salomé, Outono em Flor, Romeu e Julieta, O Processo de Jesus, Topaze, A Visita da Velha Senhora, Tango - consideradas obras-primas, patrimónios da cultura nacional - e uma interpretação no cinema (O Primo Basílio, de Georges Pallu em 1923). O último grande papel desempenhara-o aos 87 anos na figura de D. Catarina na peça de José Régio.
em http://pt.wikipedia.org/

domingo, 6 de julho de 2008

O país dos Efeitos Especiais


Este não é um Governo de meninos de ouro.
É, quanto muito, de Peter Pans. Não cresce, vive no mundo do faz de conta.
Durante algum tempo fez de conta que era reformista. Depois tentou fazer de conta que era conciliador. Agora chega-se à conclusão que é simplesmente um alquimista de ilusões.
Os efeitos especiais sempre foram a linha de força deste Governo.
Por isso Sócrates tem um tão grande fascínio pela tecnologia: ela consegue tornar o irreal, a mais pura das realidades. Só que agora começam a ser visíveis os seus defeitos especiais. José Sócrates foi à televisão dizer que ajuda os velhos pobres, mas ignora os novos pobres, fruto da destruição acentuada do grupo social que sempre foi o sustentáculo dos Governos do Bloco Central: a classe média. Tira da manga o trunfo da baixa do IMI, quando não é o poder central que o efectua, mas sim as câmaras que vão ter de se debater com a quebra das receitas.
O optimismo de Sócrates não é o de um menino de ouro: é o de um menino que consegue dizer que o chumbo é ouro. Não está só: a própria política dos seus ministros é a de um conto de fadas na Terra do Nunca.
Tudo soa a um sonho de Cinderela, com a pequena diferença que os sapos rotos não cabem nos pés com meias esburacadas.
Manuel Pinho vê o que mais ninguém vislumbra: a baixa dos preços alimentares que, como não são taxados a 21% de IVA, não podem descer.
É assim, que no Portugal de Peter Pan, se acredita em coisas que não acontecem. Sócrates articula sonhos em público. E chama a isso, optimismo.
Fernando Sobral
fsobral@mediafin.pt
http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS_OPINION&id=322724

sábado, 5 de julho de 2008

eu também queria ir a Saporo!

Cinco mil contra reunião do G8
Cinco mil pessoas ligados a organizações não governamentais, sindicatos e a grupos de activistas desfilaram este sábado pelas ruas de Sapporo, no norte do Japão, antes da cimeira do G8, que começa na segunda-feira. CM 05 Julho 2008 - 14h23

eu também gostava de ser de esquerda e ter dinheiro para ir a Sapporo... mas apenas sou canhoto e viajar para Saporo só com pais ricos!

secos e molhados o outros?


Detective privado usou polícias e operadoras

O trabalho de um detective privado contou, durante semanas, com a ajuda de um inspector que usou uma viatura e máquinas fotográficas da Polícia Judiciária (PJ) para a realização de vigilâncias. Quatro agentes da PSP faziam o mesmo. A rede de investigação privada incluía ainda três funcionários de operadoras móveis de telecomunicações. cm 05 Julho 2008 - 00h30

fumo sem fogo?


Um comunicado da EGEAC, a empresa municipal que gere os equipamentos culturais da Câmara Municipal de Lisboa, acaba de confirmar a demissão de Diogo Infante do cargo de director artístico do Teatro Maria Matos.
O comunicado indica apenas que o actor e encenador decidiu abandonar a chefia daquele teatro para iniciar novas funções a direcção do Teatro Nacional D. Maria II de um tal de Almeida Garret que já saiu dos livros...!

200 anos após...

A 4 de Julho chega a Alpedrinha a proclamação de Junot aos portugueses: Que delírio é o vosso? Que a população, por “unânime e espontânea resolução”, “prontamente” reduziu “a mil bocados”, decidida a quebrar o jugo do ocupante.
Quando acabado de chegar de Atalaia do Campo, Loison, o “maneta”, se apercebe da insurreição, destaca uma parte da força, sob o comando do major Mellier, para acometer a importante vila, então sede de concelho.
Os populares, “ainda em pequeno número e mal armados”, ousam disputar-lhe a entrada, “animados principalmente pelo cura da terra”.Também aqui a resistência será breve.
A primeira vez que os franceses invadiram Alpedrinha foi a 5 de Julho de 1808, “Das seis para as sete da tarde”, precisa António José Salvado Mota, na sua Monografia D”Alpedrinha, mas mais três ou quatro vezes atacaram a vila, espalhando por ela a destruição iluminada pelo clarão dos incêndios.
Por toda a vila irromperam intermináveis colunas de franceses, matando, roubando, incendiando.
Dezenas de casas foram incendiadas depois de roubadas e saqueadas; igrejas e capelas foram profanadas, como é o caso da capela de Santa Maria Madalena e da Igreja da Misericórdia; as mulheres foram violadas; crianças e velhos foram assassinados; o hospital foi saqueado e de lá levaram roupas e outros bens precisos dos doentes.
Entre os 33 mortos – outras fontes apontam 31 e até 19 – conta-se o próprio capitão-mor, “que, em uniforme, comandava este ajuntamento”.
Alpedrinha experimentou a cólera do “Maneta”, cuja tropa “insultou os templos”, arrombou o sacrário da igreja matriz, se entregou a um “saque geral”, seguido de incêndios e da destruição de várias casas.
A um arrancaram-lhe os olhos, cortaram o nariz e “os órgãos da geração”. A um outro – o boticário – levaram-no para o campo e queimaram-no vivo, “à vista da paisagem fugitiva, que de alguns montes vizinhos ouvia ainda os seus lamentos”, refere Salvado Mota.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

noticias doutro mundo!


postos de vigia florestal fechados entre a meia-noite e as oito da manhã

Governo desvaloriza situação. Bombeiros acham inadmissível
A rede nacional de postos de vigia florestal continua fechada entre a meia-noite e as oito da manhã o que impede a detecção atempada dos fogos. Os bombeiros consideram a situação inadmissível e o Governo remete para a GNR a gestão desta rede de detecção de incêndios. Os bombeiros lembram que a GNR não tem dinheiro para pagar horas extraordinárias aos guardas o que implica que durante a noite as torres de vigia não funcionem. DN Sexta, 4 de Julho de 2008

Vinte e seis incêndios estavam activos às 18:00 de hoje, 19 dos quais por circunscrever em dez distritos portugueses, segundo d ados do Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil (SNBPC). As chamas afectavam localidades dos distritos de Aveiro, Braga, Coimbra , Guarda, Leiria, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.
http://gerotempo.blogspot.com/2006/08/357-vinte-e-seis-incndios-activos-19.html

Factura da água aumenta este mês com nova taxa

Chama-se taxa dos recursos hídricos e aumentará a factura da água a pagar pelos consumidores, já partir deste mês.

Também a conta da electricidade pode subir

"Empresas públicas roubam os cidadãos"

Marinho Pinto considera que algumas empresas públicas "são uma espécie de cartel para sacar dinheiro aos cidadãos".
Algumas parecem "aquele velho vigarista de feira que vendia banha da cobra, utilizando os esquemas mais enganadores".

...e a culpa vai ficar solteira!


'Águas de Portugal' com prejuízos de 75 milhões distribui 2,3 em prémios
"Situação económico-financeira débil" e gastos de 4,8 milhões de euros com viaturas de serviço e prémios de incentivo. O Tribunal de Contas não poupa o grupo Águas de Portugal e recomenda a "imediata reestruturação".
Apesar dos "resultados operacionais negativos" de 75,5 milhões de euros entre 2004 e 2006 foram atribuídos, naquele período, prémios de incentivo no valor de 2,3 milhões de euros. O TC realça que "a política de atribuição dos prémios não está assente num sistema indubitavelmente claro e transparente, nem está associado à concretização de objectivos, já que no grupo não existe avaliação de desempenho por objectivos, orientado para resultados".
O presidente da Águas de Portugal escusou-se hoje a comentar o relatório do Tribunal de Contas que aponta para uma situação económico-financeira "débil" do grupo, alegando desconhecer por enquanto as notícias sobre o assunto.
Pedro Serra assumiu a presidência do grupo Águas de Portugal (AdP) em Maio de 2005, sucedendo a Poças Martins.



"Estamos a falar de Luís Machado e Poças Martins", refere o
ministério das Obras Públicas que responsabilizou hoje os presidentes que se seguiram ao actual ministro Mário Lino à frente das Águas de Portugal pela actual situação da empresa, culpando-os de não terem aplicado os planos deixados por Mário Lino.
"A estratégia de gestão lançada pelo engenheiro Mário Lino não foi seguida em muitos aspectos, tal como foi lançada", disse á agência Lusa fonte oficial do ministério.
Lisboa, 04 Jul (Lusa)

ai, o tratado lula-socrates!!!

Média das notas a Português abaixo dos 10 valores A média de notas no exame de Português do 12º deste ano ficou abaixo dos 10 valores pela primeira vez em três anos, situando-se nos 9,7 valores face aos 10,8 de 2007.

Governo assume desinvestimento na disciplina de Português O secretário de Estado da Educação reconhece que apostou na matemática e a disciplina de Português ressentiu-se. A média desceu para valores negativos - 9,7%. Valter Lemos já demonstrou preocupação com os resultados, recusa as críticas de facilitismo na Matemática e assume que houve desinvestimento no Português. RTP Sexta, 4 de Julho de 2008

quinta-feira, 3 de julho de 2008

publicidades do menino d'oiro!

Um dos pontos altos da entrevista a José Sócrates aconteceu quando anunciou medidas para combater a subida das taxas de juro. Assim, a 10 de Julho, no debate sobre o Estado da Nação, o Governo vai propor um aumento das deduções fiscais no IRS no crédito à habitação para as famílias mais carenciadas, bem como medidas para travar o aumento do Imposto Municipal sobre Imóvel. Reduzir os impostos está, no entanto, fora de causa. Mas os anúncios não ficaram por aqui e Sócrates avançou ainda que está a ser estudada uma eventual taxa a aplicar sobre as mais-valias das empresas petrolíferas. Quanto a obras públicas, o primeiro-ministro voltou a reafirmar a sua importância. Confrontado como tema Manuel Alegre, José Sócrates preferiu contorná-lo dizendo que respeita as suas opiniões e que inclusive o ajudam a governar melhor.
e um belissimo comentário: “Foi um monólogo e muita propaganda onde ficámos a saber que depois das vacas gordas, do ‘porreiro pá’ vamos ter as vacas magras, e onde o essencial não foi dito.” “José Sócrates nunca usou as palavras Portugal e cidadão.” “Deu uma resposta pouco adequada às alterações anormais da presente crise que estamos a viver.” “Não falou directamente em diálogo e não deixou que a intervenção fosse fora do que tinha programadoADELINO MALTEZ

globalizações!

Dinamarca, primer país de la Unión Europea que entra en recesión “Dinamarca, que experimento un «boom» inmobiliario en la década de los noventa, se ha convertido en la primera economía de la Unión Europea en entrar en recesión, al sufrir una contracción de seis décimas en su producto interior bruto del primer trimestre del año, tras una caída del 0,2% en el último trimestre de 2007, según los datos de la oficina de estadísticas danesa consultados por Ep. En concreto, los datos confirman la contracción del PIB danés en los tres primeros meses de 2008[...] un0, 58% menos que el dato revisado del último trimestre de 2007, que fue un 0,18% inferior al del tercer trimestre. [...] Otras economías europeas con riesgo de entrar en recesión son Irlanda, [...] con números rojos desde el último trimestre del 2007, y Portugal e Estonia, que ya registrar on crecimiento negativo en el primer trimestre de este ejercicio. [...]” www.abc.es/20080702/economia-economia/ Irlanda e Espanha estão no mesmo barco que Portugal Portugal e Irlanda são os únicos países da Zona Euro cuja taxa de desemprego irá continuar a aumentar este ano pelo segundo ano consecutivo, enquanto Espanha terá igualmente mais desemprego, invertendo a tendência de queda dos últimos anos. http://www.meiahora.pt/docs/336/mh233-plano-16-lisboa-.pdf Portugal aplica 78 milhões de euros nos países africanos lusófonos e Timor-Leste Portugal vai aplicar cerca de 78 milhões de euros no Fundo de Desenvolvimento Africano (FAD) e na Associação Internacional para o Desenvolvimento (AID), instituições financeiras para a cooperação que apoiam os países africanos lusófonos e Timor-Leste.

terça-feira, 1 de julho de 2008


.

IVA


o meu menino é d'oiro

.

toma lá ké demókratico


Manuel Dias Loureiro, empresário, “barão” do PSD, conselheiro de Estado indicado pelo Presidente da República, mais parecia, ontem, um fervoroso militante socialista.
No lançamento de uma biografia de José Sócrates da autoria da jornalista Eduarda Maio, sob a chancela da Esfera dos Livros, o ex-ministro elogiou a autora do livro (“uma investigação exaustiva” que é “fácil de ler”) mas em relação ao próprio biografado foi verdadeiramente hiperbólico.
Fez inclusivamente “sombra” ao outro apresentador da obra, portador de cartão
de militante do PS, o ex-ministro e ex-comissário europeu AntónioVitorino.
Dias Loureiro declarou-se “emocionado” com o “lado dos afectos” retratado na biografia (intitulada “José Sócrates – O menino de ouro do PS”), sobretudo na parte em que a autora referiu a ligação do líder socialista à aldeia transmontana
onde nasceu há 50 anos, Vilar de Maçada.“ Há duas coisas que não podemos escolher: os nossos pais e a terra onde nascemos. Temos a obrigação de respeitar essa herança, amá-la e transmiti-la”, afirmou.
Mas Dias Loureiro elogiou também as características políticas de Sócrates.
Por exemplo, a sua “atenção aos detalhes”. “Só quem está atento aos detalhes pode fazer grandes coisas.
Essa é uma característica dos grandes homens.”
Elogiou-lhe também a “sensatez” e a “prudência” e ainda o seu “optimismo”:
“O optimismo de Sócrates faz muito bem a Portugal”.

num programa de entretenimento!


O ministro da Agricultura respondeu ontem de forma violenta a Marcelo Rebelo de Sousa, depois de o comentador o ter chamado de “maior incompetente do mundo”e “nulidade” no programa As Escolhas de Marcelo, na RTP.
“Marcelo Rebelo de Sousa já disse tudo e o seu contrário”, disse Jaime Silva, em entrevista ao Rádio Clube.
“Quando tomei posse disse que eu era competentíssimo!”
“Acho que lhe falta uma coisa: falta-lhe a grandeza dos grandes políticos. Que é o debate e o contraditório.
Esta coisa de num programa de entretenimento, um pouco quase como o Gato Fedorento, chega, bate e foge, não é dos grandes políticos”, afirmou.
“Foi longe de mais, eu acho que é uma falta de respeito”, disse ainda. “Quando as pessoas se manifestam sobre outras que não conhecem de todo, eu acho que há aqui um problema de honestidade intelectual.
Seguramente Marcelo Rebelo de Sousa não tem os mesmos padrões de rigor, de honestidade intelectual, que são os meus”,frisou.